Jovem de 23 anos com queixa de rebaixamento do nível de consciência

 Em Estudo de caso

Jovem adotivo, com 23 anos, apresentando histórico de convulsões, com rebaixamento recente do nível de consciência.

As imagens demonstram uma alteração de sinal ao longo do hemisfério cerebral direito, com redução volumétrica do mesmo, envolvendo também o hipocampo, achados sequelares. Associadamente há aumento da espessura da calota craniana do lado direito em relação ao lado esquerdo, além de hiperpneumatização do seio frontal direito.

 

1 - estudo de caso - Telelaudo2 - estudo de caso - Telelaudo3- - estudo de caso - Telelaudo4 - estudo de caso - Telelaudo5 - estudo de caso - Telelaudo6 - estudo de caso - Telelaudo7 - estudo de caso - Telelaudo8 - estudo de caso - Telelaudo

 

Suspeita Diagnóstica

Síndrome de Dyke-Davidoff-Masson

A hemiatrofia cerebral ou síndrome de Dyke-Davidoff-Masson é uma condição caracterizada por convulsões, assimetria facial, hemiplegia contralateral ou hemiparesia e dificuldades de aprendizagem. Estes achados ocorrem devido a lesão cerebral que pode ocorrer no início da vida ou intraútero. O insulto ao cérebro imaturo resulta na perda neuronal e no crescimento cerebral prejudicado. As causas no período pré-natal são: malformação congênita, infecção e insulto vascular; No período perinatal são: trauma ao nascimento, anoxia, hipoxia e hemorragia intracraniana. As causas pós-natais são: traumatismo, tumor, infecção e convulsões febris prolongadas.

As características radiológicas são: redução unilateral do volume cerebral e alterações ósseas compensatórias associadas na calota craniana, tais como espessamento, hiperpneumatização dos seios paranasais e células mastóides e elevação do rebordo petroso. Mais raramente podemos encontrar deslocamento falcino ipsilateral, e malformações capilares. Embora a tomografia computadorizada (TC) e a RM sejam complementares, considera-se que a RM representa o procedimento de imagem de escolha em relação à avaliação da etiologia e extensão do envolvimento do parênquima cerebral em pacientes que apresentam uma combinação clínica de convulsões congênitas ou de início precoce, hemiparesia / plegia e / ou assimetria craniofacial.

 

Referências bibliográficas

Singh P, Saggar K, Ahluwalia A. Dyke–Davidoff–Masson syndrome: classical imaging findings. J Pediatr Neurosci 2010;5:124–5

https://radiopaedia.org/articles/dyke-davidoff-masson-syndrome

 

 

VAMOS CONVERSAR?

Artigos Recentes