Estudo traz imagens de crânio de bebês com microcefalia por Zika

 Em Destaques na Saúde

Estudo desenvolvido no IFN (Instituto Fernandes Nogueira) e publicado na revista Neurology, mostra imagens das lesões no crânio de um recém-nascido cuja mãe contraiu Zika durante o terceiro mês de gravidez. As imagens ajudam no estudo da doença.

Segundo Márcia Boechat, radiologista e uma das pesquisadoras envolvidas na publicação, o que mais chama a atenção é o grau de deformidade do crânio e as lesões no tecido cerebral, que podem trazer consequências para as crianças afetadas como: dificuldades para engolir, convulsões, problemas de visão e audição, entre outros sintomas.

Para os pesquisadores, as imagens das lesões no cérebro comprovam ainda mais a suspeita de outros estudos sobre a predileção do vírus pelo sistema nervoso.

Ler reportagem completa

Fonte:UOL – Neurology

Crédito de imagem:UOL – Neurology

VAMOS CONVERSAR?

Artigos Recentes