Impressão 3D permite conhecer órgãos antes da cirurgia

 Em Destaques na Saúde

Novo equipamento de tomografia permite impressões 3D cada vez mais precisas, facilitando o trabalho dos cirurgiões cardíacos, aumentando significativamente as chances dos pacientes. De acordo com o médico brasileiro, Ricardo Cury, chefe do Departamento de Radiologia e Imagem Cardíaca do Miami Baptist Hospital, “O conceito é poder ver a anomalia ou doença cardíaca, tocar, manipular, entender exatamente a anatomia antes da cirurgia”.

O Revolution CT é o primeiro tomógrafo capaz de captar imagens do coração em menos de um segundo. A máquina foi aprovada e começou a ser utilizada clinicamente em setembro de 2014 nos EUA. No Brasil, a Anvisa autorizou a comercialização a partir de abril de 2015.

Além de emitir uma dose de radiação menor, a rapidez da captação aumenta a resolução da imagem e o órgão é mapeado como um todo ao invés de em camadas, como fazem os demais aparelhos.

Fonte:Site da Revista Galileu

Crédito de imagem:Site da Revista Galileu

VAMOS CONVERSAR?