Museu usa tomografia computadorizada para reconhecer múmia de bebê do Egito Antigo

 Em Curiosidades

Curadores do museu britânico descobriram o que afirmam ser a múmia mais jovem do Egito Antigo. Por mais de 2.500 anos, um feto mumificado, com cerca de 16 e 18 semanas de idade, esteve repousando em um pequeno caixão de madeira, com os braços cruzados sobre seu peito.

Durante o processo de descoberta, foram utilizadas técnicas como a tomografia computadorizada, para identificar as formas do corpo do bebê.

Segundo o museu, embora o crânio e pélvis tenham se desfeito com o tempo, foi possível identificar claramente pelas imagens cinco dedos em ambas as mãos, pés e os ossos longos das pernas.

Ver reportagem completa

Fonte:Discovery News

Crédito de imagem:Discovery News

VAMOS CONVERSAR?

Artigos Recentes