Paciente sexo feminino com tumorações na hemiface esquerda

 Em Estudo de caso

Achados de imagem

plasmocitoma1_200 - Telelaudo

plasmocitoma3_188 - Telelaudo

plasmocitoma4_262 - Telelaudo

 

Tomografia de face corte axial após a injeção do meio de contraste que demonstra formação de massa com densidade de de partes moles, isodensa ao tecido muscular, localizada na região do subcutâneo da região malar e região parotídea esquerda, deslocando os vasos medialmente.

 

Qual o diagnóstico?
Plasmocitoma extramedular.

Plasmocitoma extramedular é uma doença rara, caracterizada histopatologicamente por infiltrado de células plasmáticas de maturidades diversas e produtoras de imunoglobulina monoclonal fora da medula óssea. É uma tumor raro e está associado a doença sistêmica latente, progride para mieloma múltiplo em torno de 10 a 30 %. Pode envolver qualquer sitio fora da medula óssea mas predominantemente afeta o trato aerodigestivo superior.

Ocorre mais comumente entre 40 a 70 anos , e é mais comum em homens.

O diagnóstico requer a exclusão de mieloma múltiplo.

A hiperamilasemia é um achado associado e o nível de amilase sérica pode ser usada como marcador tumoral e para monitorização da progressão tumoral e resposta ao tratamento.

 

Referência Bibliográfica:

– Haaga JR, Boll D. CT and MRI of the whole body. (2009)

VAMOS CONVERSAR?

Artigos Recentes