Projeto brasileiro utiliza equipamentos de imagem para estudar o Alzheimer

 Em Destaques na Saúde

De acordo com matéria publicada no site da Agência USP de Notícias, cientistas brasileiros de diferentes áreas de estudo estão reunidos em um projeto temático para viabilizar o diagnóstico precoce, testar novos tratamentos e estudar a doença de Alzheimer. De acordo com o Ministério da Saúde, o Alzheimer é responsável por cerca de 50% a 80% dos casos de demência – síndrome resultante do declínio progressivo da capacidade intelectual – no mundo.

A proposta principal do projeto é utilizar equipamentos de imagem, como ressonância magnética e tomografia por emissão de pósitrons (PET), e biomarcadores liquóricos para estudar e entender melhor as características da doença.

O projeto de pesquisa envolve cientistas da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e de Ribeirão Preto (FMRP), do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) e de Psicologia (IP) da USP e está em andamento no Núcleo de Apoio à Pesquisa em Neurociência Aplicada (NAPNA), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Leia a reportagem completa

Fonte:Agência USP de notícias

Crédito de imagem:Banco de Imagens Pixabay

VAMOS CONVERSAR?

Artigos Recentes