Técnicas de estímulo cerebral em discussão

 Em Destaques na Saúde

O cérebro humano tem sido objeto de estudo para diversas técnicas voltadas ao aprimoramento de seu funcionamento. Drogas e estímulos elétricos ou magnéticos são só os mais controversos. Amy Gutmann, chefe do “Presidential Commission for the Study of Bioethical Issues” dos EUA alega que sempre foi considerado anti-ético este tipo de intervenção em pacientes sadios.

Mas, em um relatório publicado semana passada a grande conclusão foi a de que mais pesquisas precisam ser feitas neste campo para determinar o veredito final sobre a segurança deste tipo de tratamento.

Conheça as implicações deste tipo de prática, assim como o teor do relatório publicado nesta matéria do site Live Science.

VAMOS CONVERSAR?