RADIOLOGISTAS EM DESTAQUE – MARIANA ELTZ E GUSTAVO POLETTO

Entrevistamos o casal de radiologistas.

Mariana Eltz e Gustavo Poletto formam um dupla de trabalho que também é um casal e uma família, com uma filha de dois anos e meio. Seu trabalho junto à Telelaudo é uma prova de que, com a telerradiologia, qualidade de vida e profissionalismo podem conviver com ganhos mútuos.

1 – Como conciliam dois espaços de trabalho, uma família e o dia a dia do casal?

Mariana Eltz e Gustavo Poletto: Montamos uma área de trabalho bem legal em casa, investimos em bons computadores e temos um bom espaço para os dois trabalharem ao mesmo tempo.

O fato de trabalhar em casa nos exige certa disciplina, pois temos de nos dedicar exclusivamente aos laudos, evitando a interferencia de fatores da casa e da nossa vida pessoal nos turnos de trabalho.

Fazemos alguns turnos de trabalho na PL juntos, e outros individualmente. Frente a alguma intercorrência ou imprevisto em nossa rotina, tentamos sempre substituir um ao outro em eventuais turnos que possam vir a ficar descobertos; Desta forma, a empresa fica amparada.

2 – Como é poder trabalhar e estar perto dos filhos pequenos? Esta mudança de paradigma é satisfatória?

Mariana e Gustavo: Temos uma filha de 2 anos de idade. O fato de trabalhar na Pró-laudo nos proporciona ficar mais tempo em casa e, consequentemente,  perto dela. Isso não tem preço!

Nos dias de hoje, é um privilégio ter uma estrutura de trabalho em casa e poder iniciar nossos turnos de trabalho mais tranquilos, sem ter passado pelo stress do trânsito caótico dos dias de hoje. O tempo que não perdemos no trânsito é um tempo a mais que podemos nos dedicar ao lazer e a nossa filha.

3 – As opiniões trocadas já influenciaram em um Laudo? Como encaram  isso?

Mariana e Gustavo: Sim. Sempre trocamos opiniões e discutimos vários casos, isso faz parte da nossa rotina! Encaramos isso como uma grande vantagem, pois estamos, sempre que possível, à disposição um do outro para troca de opiniões.

O fato de, além de casados,  também sermos colegas de trabalho  e termos alguém próximo para discutir determinados casos ajuda bastante na hora de laudar um exame mais complicado.

VAMOS CONVERSAR?

4 – Existe um traço no trabalho do outro que já estimulou a mudar um comportamento seu?

Mariana e Gustavo:  Sim. Algumas vezes acabamos incorporando o jeito do outro em nossos laudos. É o resultado da convivência diária, troca constante de idéias e discussão de casos.

5 – A formação continuada, estando em casa, foi facilitada?

Mariana e Gustavo: Mesmo estando trabalhando em casa, estamos sempre nos atualizando. A Pró-laudo tem nos proporcionado a participaçao em cursos de atualização com renomados profissionais, o que demonstra a preocupaçao da empresa com a constante capacitaçao de seus radiologistas.

6 – Quem se adaptou melhor ao trabalho à distância?

Mariana e Gustavo: Nós dois estamos muito bem adaptados à telerradiologia. Nos adaptamos à comunicacao com todo o pessoal da empresa via skype. Uma particularidade do trabalho a distancia é a eventual dificuldade de acesso aos exames anteriores dos pacientes para estudo comparativo.

Temos o suporte do atendimento em casos de necessidade de contato com as clinicas e hospitais e da TI em casos de problemas com a plataforma de laudos. A dinâmica de trabalho funciona muito bem.

7 – Vocês ainda mantém uma estrutura de trabalho tradicional, em alguma clínica ou hospital? Como essas duas coisas se conciliam?

Mariana e Gustavo:Sim, estamos bem estruturados na Telelaudo e mantemos alguns turnos de trabalho ditos tradicionais / presenciais. Tentamos alternar os turnos no home-office com os turnos presenciais. Consideramos que vivenciar realidades diferentes é uma forma de aprendizado e crescimento.

SEUS LAUDOS ATRASAM?

Coloque em dia os laudos
atrasados.

SUA EQUIPE ESTÁ INCOMPLETA?

Complete a sua equipe de radiologistas
em qualquer modalidade.

QUER INVESTIR PARA CRESCER?

Amplie o atendimento e conquiste novos convênios.