NOSSA HISTÓRIA

Telelaudo nasceu da dificuldade que regiões afastadas dos grandes centros têm em encontrar radiologistas. Conheça a história da empresa pioneira em telerradiologia no Brasil.

Um problema que se transformou em um negócio de sucesso. Foi assim que a Telelaudo surgiu no mercado de radiologia em 2009. Quando o radiologista Flávio Lanes pretendia abrir uma clínica no interior da Bahia, percebeu um problema comum entre as casas de saúde afastadas das metrópoles: a falta de profissionais especializados aptos a saírem dos grandes centros.

historia da telelaudo

Sem condições de mudar para a cidade, já que sua família estava instalada em Vitória (ES), Flávio começou a buscar alternativas e encontrou um nome conhecido: Robert Lapidus, radiologista americano com quem havia estudado nos Estados Unidos. Lapidus estava à frente de uma tecnologia de telerradiologia norte-americana: um processo em que os exames eram realizados no local, mas os laudos feitos a distancia. Ao invés de buscar um profissional fora da cidade, ou ele mesmo mudar para lá, o próprio médico poderia fazer o laudo a partir das imagens que chegariam pela internet.

Flávio entrou em contato com o radiologista americano, o que resultou na parceria com a ConnectRad, empresa que na época já tinha oito anos de experiência no mercado de telerradiologia. O que era apenas uma solução para sua clínica, se transformou em um novo negócio para a área médica brasileira.

“Lidar com o novo é sempre desafiador, pois é uma mudança de paradigma. Acreditamos desde o início, no entanto, que uma telerradiologia profissional e sistematizada traria oportunidades para os radiologistas, tornando viável a abertura de clínicas em qualquer lugar do país, além de ampliar o campo de trabalho para o médico”, diz Flávio Lanes, fundador e CEO da Telelaudo.

VAMOS CONVERSAR?

A Telelaudo passou a contratar uma equipe de radiologistas altamente especializada para prestar o serviço de telerradiologia em todo o Brasil. Atualmente, a empresa trabalha com diversos radiologistas, formados nas maiores universidades do país, e muitos com mestrado e doutorado. O processo é simples, ágil e seguro, o que garante a uma logística eficiente e a qualidade dos laudos.

“Na época, ninguém entendia direito de telerradiologia, não sabiam se realmente funcionava e havia bastante resistência com o desconhecido. Era um desafio conseguir novos clientes e radiologistas que acreditassem na ideia”, diz Fernanda Cipriano, fundadora e Diretora de Operações da Telelaudo.

O negócio não deu apenas certo, como a marca Telelaudo virou sinônimo de telerradiologia. A empresa foi uma das primeiras a apostar na tecnologia e se consagrou como pioneira do mercado, tornando-se um leque de oportunidades para radiologistas de todo o País e também para clínicas que podem usufruir de uma equipe especializada e qualificada.

Mais ou menos no momento em que a Telelaudo era fundada, dois jovens radiologistas, Dr. Felipe Morais e Dr. Felipe Nirenberg, estavam concluindo a residência e com espírito empreendedor buscaram algo novo na radiologia brasileira. Juntaram-se, então, a um especialista em novos negócios, Alexandre Ribenboim, e formaram a Pró-Laudo.

Os tres empreendedores da Pro-Laudo

Dr. Felipe Morais, Alexandre Ribenboim, Dr. Felipe Nirenberg

 

Ao longo dos anos em que foram concorrentes, Telelaudo e Pró-Laudo mantiveram um excelente relacionamento entre si e apresentavam uma postura profissional e diversos valores comuns.

Em setembro de 2015, as empresas Telelaudo e Pró-Laudo decidiram se fundir, formando a nova Telelaudo, líder em telerradiologia no Brasil, somando uma equipe de 100 radiologistas e mais de 400 clientes entre clínicas e hospitais de pequeno, médio e grande porte no Brasil.

SEUS LAUDOS ATRASAM?

Coloque em dia os laudos
atrasados.

SUA EQUIPE ESTÁ INCOMPLETA?

Complete a sua equipe de radiologistas
em qualquer modalidade.

QUER INVESTIR PARA CRESCER?

Amplie o atendimento e conquiste novos convênios.