LAUDOS A DISTÂNCIA – RADIOLOGIA

Veja como a telerradiologia é um dos melhores exemplos do uso da telemedicina, na atualidade.

Mais de 350 serviços de radiologia no Brasil contam com os serviços de telemedicina da Telelaudo, solicitando mais de 50.000 laudos por mês.

Nas últimas décadas, desde o surgimento da internet, temos acompanhado o efeito que a integração das redes de computadores tem sobre os nossos hábitos, às vezes, com natural assombro. A distância, hoje, podemos comprar, estudar e elaborar laudos de radiologia.

Com o e-commerce, podemos fazer compras via internet de produtos e serviços em qualquer lugar do mundo. Se pensarmos que uma pequena cidade no interior do Brasil não possui uma livraria e, com a internet, seus habitantes passam a comprar livros como qualquer morador de uma grande cidade, já se vê a dimensão do impacto causado pela rede.

Outro exemplo é o ensino a distância. Hoje, podemos estudar sem sair de casa ou do trabalho, o que abre uma oportunidade de formação e atualização para qualquer pessoa que tenha acesso a um computador conectado.

Outros exemplos não menos impactantes, são: a facilidade de acesso para a comunicação instantânea entre as pessoas, inclusive através de vídeo, a possibilidade de trabalharmos em colaboração com alguém que não está ao nosso lado e a telemedicina.

VAMOS CONVERSAR?

Telemedicina e telerradiologia

Estamos nos aproximando rapidamente de uma nova era da prestação de serviços médicos através da internet – a telemedicina. Alguns exemplos de telemedicina já utilizados são: a teleconsulta, que permite que um paciente faça uma consulta com um médico a distância, usando equipamentos de vídeo e som para que o médico possa ver e interagir com o paciente; e o telemonitoramento, que usa aparelhos de monitoramento remoto dos sinais vitais de um  idoso ou alguém que necessite de cuidados especiais. Estes aparelhos, uma vez conectados com a rede de dados dos celulares, envia, em tempo real, os dados coletados para acompanhamento e análise remota, reduzindo os casos de atendimento emergencial e aumentando a qualidade de vida – independência – dessas pessoas.

Contudo, o exemplo mais difundido da telemedicina hoje, não está frente a frente com o paciente, mas sim na elaboração de laudos para os exames que os pacientes fazem em hospitais e clínicas, em todo o mundo.

Uma vez colhidas as amostras, dados ou imagens dos pacientes, o processo de elaboração dos laudos desses exames não necessita de uma nova interação com o paciente, o que torna mais fácil a utilização da telemedicina nesta fase.

A elaboração de laudos a distância para exames de radiologia, também chamada de telerradiologia, é um excelente exemplo deste caso, pois têm sido usada para elaborar laudos para imagens capturadas em locais remotos – países com poucos recursos, cidades do interior em um país de extensões continentais como o Brasil, plataformas de petróleo, etc. – ou para dar mais eficiência, produtividade, aos exames realizados em grandes cidades.

Assim como em outros casos, onde uma nova tecnologia ou serviço tornou-se tão comum, tão presente, que deixou de ser encarada como novidade, acreditamos que a elaboração dos laudos a distância de radiologia também se tornará uma prática comum, entendida por hospitais e clínicas como uma solução para trazer produtividade e acesso à medicina de qualidade em qualquer lugar, a qualquer hora.

SEUS LAUDOS ATRASAM?

Coloque em dia os laudos
atrasados.

SUA EQUIPE ESTÁ INCOMPLETA?

Complete a sua equipe de radiologistas
em qualquer modalidade.

QUER INVESTIR PARA CRESCER?

Amplie o atendimento e conquiste novos convênios.