Ressonância magnética mostra que quem toma antidepressivo sofre menos com a dor dos outros

 Em Destaques na Saúde

Na Áustria, cientistas recrutaram pacientes com depressão profunda e submeteram a uma ressonância magnética funcional, apresentando a eles vídeos de pessoas passando por procedimentos médicos dolorosos. 

Após essa etapa, os pacientes foram submetidos a um tratamento com antidepressivos durante três meses e, quando repetido o exame, foi identificado que as pessoas medicadas eram menos empáticas com a dor dos outros. Segundo os cientistas, isso é positivo, já que o antidepressivo pode ajudá-las a ter menos sofrimento.  

Leia o artigo completo 

Fonte: GALILEU  
Fonte de imagem: Deposit Photo

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×