Pesquisa tem foco em inteligência artificial como suporte para radiologistas

 Em Radiologia

Após 40 anos do lançamento da ressonância magnética, pesquisadores focam em inteligência artificial para dar novas condições de trabalho a radiologistas. 

Em muitos mercados, o número de radiologistas não supre a demanda médica. Na Escócia, por exemplo, o número de especialistas se manteve o mesmo nos últimos dez anos, enquanto a demanda cresceu ano após ano. Por isso, estudos com inteligência artificial podem acelerar o laudo e beneficiar radiologistas na entrega dos resultados. 

Para que isso aconteça, uma pesquisa do Reino Unido, está acumulando um grande banco de dados, que ensinará computadores a analisar imagens a partir de resultados anteriores. 

Leia o artigo completo

Fonte: Independent

Fonte de imagem: Deposit Photo

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×