Biópsia líquida é opção rápida e indolor no monitoramento do câncer de pulmão

 Em Destaques na Saúde

A biópsia líquida dispensa extração de fragmentos do tumor e exames complexos de análise da imagem. A técnica é a mais avançada no monitoramento do câncer de pulmão e reconhecida como uma das revoluções da medicina de precisão.

Minimamente invasivo, o exame é realizado por uma coleta de sangue simples. Com ele é possível prever o risco de resistência à droga que está sendo utilizada no tratamento. Três grandes hospitais paulistanos incluíram a novidade no tratamento da doença que é conhecida como uma das mais letais no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

 

Leia o artigo completo

Fonte: Estadão

Crédito de imagem: Shutterstock

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×