Cientistas corrigem genes defeituosos em embriões humanos pela primeira vez

 Em Destaques na Saúde

Cientistas de uma universidade norte-americana inauguraram um novo capítulo na evolução da reprodução humana: a correção de falhas no DNA de embriões. Com a descoberta é possível impedir a continuidade de doenças hereditárias. O método é seguro, mas ainda está sendo pesquisado e debatido, antes de iniciarem os testes clínicos. O estudo modificou, com sucesso, genes portadores de uma doença cardíaca hereditária em embriões gerados por fertilização in vitro. Foram usadas células de doadores e os embriões não chegaram a ser implantados.

 

Leia o artigo completo

Fonte: Estadão

Crédito de imagem: Anne Christine Poujoulart/AFP

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×