Em crescimento, empresas de videoconferência concorrem no mercado de telessaúde

 Em Destaques na Saúde

Telessaúde deve crescer 29,8% entre 2017 e 2023 em todo o mundo e exige profissionalismo das empresas do segmento

Pesquisas apontam para o crescimento do mercado de telessaúde em nível global nos próximos anos devido aos benefícios que as novas tecnologias proporcionam à área da saúde.

Com o crescimento do acesso à internet, médicos e pacientes podem recorrer a esses recursos na realização do suporte em saúde, seja para consultas ou para acelerar a análise de laudos e o diagnóstico.

De acordo com dados da agência da ONU, 3,9 bilhões de pessoas, o que representa 51,2% da população mundial, estão conectadas à internet. Nos países desenvolvidos esse índice chega a 80,9%, enquanto nos subdesenvolvidos a média é de 45,3% da população.

No Brasil, as últimas pesquisas do IBGE indicam que 64,7% da população têm acesso à internet. Em 2014, essa proporção correspondia a apenas 54% da população brasileira.

Veja a seguir as tendências da telessaúde, o crescimento dessa área e os principais benefícios.

Quais as expectativas para o mercado de telessaúde?

Diversos estudos do segmento indicam o crescimento do mercado de telessaúde com destaque para a concorrência entre as empresas de videoconferência. As principais companhias que atuam nessa área incluem:

  • Vermont Tel;
  • Life-size Communication Inc.;
  • Cisco Systems Inc.;
  • Logitech International S.A;
  • Premier Global Services Inc.;
  • Huawei Technologies Co Ltd;
  • Sony Corporation;
  • GlobalMed Inc.;
  • VSee lab Inc.;
  • Vidyo Inc.

De acordo com o estudo The Video Telemedicine Market Report Highlights 2019 – 2026 essas companhias vão disputar a liderança no mercado de telessaúde na parte de videoconferência investindo em inovação e aprimoramento dos modelos de negócio.

As principais áreas que receberão atenção dessas companhias incluem: revisão da indústria, identificação de oportunidades, aposta nos mercados regionais, aspectos de crescimento emergentes, aplicação das soluções, inovação, investigação da cadeia da indústria e progressão do mercado.

Com esse potencial crescente, o estudo prevê que, entre 2019 e 2026, haja um crescimento de 16% no mercado de vídeo da telessaúde, alcançando uma soma de US$ 2,2 bilhões em 2026.

O crescimento na área de videoconferência na saúde vai acompanhar as expectativas de crescimento do mercado de telessaúde. De acordo com a Market Research Future, o mercado global de telessaúde apresentará um aumento de 29,8% entre 2017 e 2023.

A expectativa dos estudiosos é que mercados como o dos Estados Unidos e Europa dominem o segmento devido aos incentivos governamentais para iniciativas na área e também o maior avanço tecnológico nessas regiões.

Mercado de telessaúde

 

 

Quais os impactos da tecnologia nos serviços de saúde?

Um dos principais fatores que tornam a telessaúde tão benéfica ao cenário da saúde no Brasil são as grandes desigualdades na divisão dos médicos no território nacional.

Regiões como o sul e sudeste e também áreas metropolitanas concentram esses profissionais, enquanto parte do país tem uma disponibilidade insuficiente de médicos, principalmente aqueles com especialidade.

Dessa forma, a telessaúde contribui com a universalização do acesso à saúde no Brasil, garantindo que pacientes de regiões mais carentes e afastadas tenham acesso ao atendimento médico de excelência, inclusive com a disponibilidade de especialistas.

Uma das principais formas de viabilizar esse tipo de atendimento é por meio das videoconferências, que permitem uma comunicação em vídeo bidirecional, com transmissão em tempo real e com qualidade.

É justamente para alcançar esse grau de excelência que as empresas de videoconferência estão investindo em inovação e buscando alternativas para consolidar-se nesse mercado com grande potencial de crescimento, apesar de ainda ser incipiente.

As videoconferências são recursos que podem ser usados na comunicação médico-médico, como para discutir casos clínicos, como também entre médico-paciente, viabilizando o atendimento em si.

Diagnósticos

Além da telessaúde, vemos também o crescimento da telemedicina em todo o mundo trazendo maior agilidade e qualidade aos diagnósticos.

Um exemplo é a telerradiologia que permite a emissão de laudos a distância emitidos por especialistas.

As empresas especializadas oferecem serviços disponíveis 24 horas por dia, 7 dia por semana. Além disso, os laudos são emitidos por especialistas de acordo com o tipo de exames solicitados.

Informações adicionais do paciente e quadro clínico são transmitidas para auxiliar no diagnóstico mais preciso.

O aprimoramento do setor de telerradiologia, com investimentos principalmente na eficiência das ferramentas, segurança da transmissão, armazenamento de dados e agilidade na prestação de serviço se deve ao volume de exames, a dimensão e as diferenças de infraestrutura entre cidades que encontramos no Brasil.

O mesmo acontece atualmente com as empresas de videoconferência que aprimoram seus serviços e tecnologias para atender um mercado de telessaúde extenso.

Referência:
https://www.healthgazette24.com/video-telemedicine-market-expected-to-secure-notable-revenue-share-during-2019-to-2026-with-vermont-tel-life-size-communication-huawei-technologies-sony-globalmed-vsee-lab-and-vidyo/6291/
https://www.terra.com.br/noticias/dino/mercado-brasileiro-de-telemedicina-conquista-espaco-na-europa,ee63b7faea76f944988dc160fc206ed72z0r1jww.html
https://inteligencia.rockcontent.com/telemedicina/
http://br.rfi.fr/ciencias/20190521-telemedicina-um-mercado-que-deve-mudar-para-melhor-vida-dos-pacientes

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×