Dia do Radiologista: saiba como a tecnologia tem ajudado esse profissional

 Em Curiosidades

Data incentiva reflexões sobre transformações na área de radiologia e atualização dos profissionais

 

No dia 8 de novembro é comemorado o Dia do Radiologista e do Técnico em Radiologia. Esses profissionais têm uma grande importância na área da saúde e a atuação deles tem mudado com as novas tecnologias disponíveis nessa especialidade.

Inicialmente, é preciso entender a função de cada um. O técnico em radiologia é o profissional responsável pela captura das imagens em equipamentos de tomografia, ressonância magnética, raios-X e outros. Já o radiologista é o médico que faz a interpretação das imagens, gerando o laudo.

No Dia do Radiologista, ambos os profissionais são homenageados e reconhecidos pelas funções desempenhadas.

Como a tecnologia tem afetado a área de radiologia?

Atualmente, a radiologia passa pelas transformações mais significativas desde a descoberta pelo físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen, em 1895.

Nesses mais de 100 anos, surgiram novos equipamentos para obtenção de imagens e diversas técnicas de avaliação e emissão de laudos que transformaram essa área da saúde.

No entanto, muitas dessas transformações estão concentradas nas últimas décadas ou mesmo em alguns anos, proporcionando mais rapidez às inovações e uma necessidade maior de adaptação por parte de radiologistas e técnicos.

O mercado exige que esses profissionais aperfeiçoem-se e possam absorver as novas tecnologias rapidamente. Entre as mudanças observadas nos últimos anos podem ser destacadas:

  • Ajustes nos contrastes e ampliação de imagens;
  • Armazenamento das imagens por meio de computação na nuvem e acesso remoto pela internet;
  • Compartilhamento das imagens digitalizadas com outros profissionais para auxiliar na tomada de decisão e diagnóstico;
  • Diminuição da dose de exposição dos pacientes à radiação;
  • Mudanças nos processos, com eliminação de filmes radiográficos e reveladores químicos;
  • Atendimento remoto por meio da telemedicina;
  • Diminuição do tempo de espera entre realização do exame e obtenção do laudo.

Portanto, a área de radiologia está mais ágil, eficiente e ecologicamente responsável e esses benefícios têm se refletido tanto na experiência do paciente como na atuação do radiologista e do técnico em radiologia.

Dia do Radiologista: saiba como se atualizar na carreira

Considerando tantas transformações da área, o Dia do Radiologista e do Técnico em Radiologia leva muitos profissionais a refletirem sobre a sua atuação e também qualificação no mercado de trabalho.

Conhecer as tendências da área da radiologia é fundamental para manter-se atualizado e engajado com as expectativas do mercado, das equipes e das empresas do setor.

A seguir apresentamos 4 tendências da área para conhecer nesse Dia do Radiologista. Confira!

Radiologia em 3D

A mamografia 3D é um exemplo de radiologia usando as novas tecnologias no momento da captação de imagens. O equipamento tridimensional melhora a detecção de tumores na mama e reduz os erros de diagnósticos.

Segundo um estudo clínico publicado pelo Journal of the American Medical Association, a mamografia 3D aumenta em 29% a detecção de cânceres mamários.

Quando avaliados apenas os casos de tumores agressivos, a melhora na detecção foi de 41%, um índice significativo para as pacientes em busca de respostas.  Além disso, a tecnologia reduz em 15% a taxa de diagnósticos equivocados.

Portanto, a atualização dos técnicos de radiologia para operar equipamentos de radiologia em 3D e dos radiologistas para interpretar esses exames é fundamental para que haja uma ampliação no uso da tecnologia.

Radiologista em plantão

Integração de sistemas PACS e RIS

Possivelmente você já atuou com sistemas de gestão hospitalar como o Picture Archiving and Communication System (PACS) ou o Radiology Information System (RIS).

Algumas instituições, no entanto, estão integrando o uso dessas ferramentas com objetivo de usar dados de cadastro do RIS com as informações de imagem do PACS e obter mais agilidade nos processos.

Dessa forma, os profissionais precisam se preparar para esse novo tipo de exigência no que diz respeito ao uso das ferramentas.

Combinação de tecnologias

Nos últimos anos, a área de radiologia tem visto mais experiências combinando tecnologias para melhorar a capacidade diagnóstica.

Muitos profissionais já estão familiarizados com a tomografia por emissão de pósitrons (PET-CT), que associa métodos radiológicos com práticas de Medicina Nuclear.

Espera-se agora a combinação da ressonância magnética com a emissão de pósitrons (PET-RM). O método, ainda em testes, viabilizaria um diagnóstico mais preciso, rápido, com diminuição de recursos e mínimas chances de repetição.

Armazenamento em nuvem

O armazenamento de dados em nuvem é uma tendência que visa simplificar e aumentar a segurança da transferência e armazenamento das imagens da radiologia.

Com a digitalização dos documentos e laudos, a capacidade de armazenamento interna das instituições de saúde pode demandar grandes investimentos, de forma que a computação na nuvem seja vista como uma solução mais econômica, prática e segura.

O acesso remoto às imagens ainda facilita as práticas colaborativas e o uso de soluções como a telerradiologia, que consiste na emissão de laudos a distância utilizando sistemas digitais.

Portanto, são diversas as transformações da área de radiologia. Nesse Dia do Radiologista e do Técnico em Radiologia é fundamental refletir sobre o futuro das profissões e as novas demandas na área médica.

 

Referências:

http://www.mv.com.br/pt/blog/como-o-tecnico-deve-se-preparar-para-as-novas-tecnologias-em-radiologiar

https://www.secad.com.br/blog/medicina/5-tendencias-para-o-futuro-da-radiologia/

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-39842010000100008

https://www.cancer.org.br/dia-do-radiologista-e-do-tecnico-em-radiologia/#:~:targetText=No%20dia%2008%2F11%20%C3%A9,em%20Radiologia%20e%20o%20Dr.

VAMOS CONVERSAR?

×