Estudo de Caso: Paciente masculino de 30 anos com convulsões de longa data e dificuldade de aprendizagem

 Em Estudo de caso, Telelaudo

Paciente masculino, 30 anos.

Apresenta convulsões de longa data e dificuldade de aprendizagem.

 

Achados de Imagem

Opérculo displásico e incompleto, com espessamento cortical e sulcos rasos (polimicrogiria) circundando as fissuras sylvianas que se apresentam alargadas e orientadas verticalmente, estendendo-se até os lobos parietais (mais evidente no plano sagital).

 

Impressão Diagnóstica

Polimicrogiria perysilviana.

 

Síndrome Perisylvania

Entende-se por por Síndrome Perisylviana qualquer manifestação clínica decorrente de lesão ou malformação que comprometa a região da fissura de Sylvius, sendo a polimicrogiria a alteração estrutural mais encontrada. Pacientes com envolvimento do córtex perisylviano possuem problemas relacionados à fonação e atraso na fala. A epilepsia não está obrigatoriamente associada. A maioria dos pacientes teve atraso motor na infância, progredindo para franca paraparesia ou tetraparesia em pacientes mais velhos. Evidências sugerem que a causa esteja relacionada à insulto hipóxico-isquêmico intra-útero.
A Telerradiologia pode ser um importante aliado na melhora de produtividade de sua clínica ou hospital. Quer saber mais? Entre em contato conosco, tire todas as suas dúvidas e faça um orçamento.

Fonte do Estudo

 

Referências Bibliográficas

– Barkovich AJ, Hevner R, Guerrini R. Syndromes of bilateral symmetrical polymicrogyria. AJNR Am J Neuroradiol. 1999 Nov-Dec;20(10):1814-21.
– Takanashi J, Barkovich AJ. The changing MR imaging appearance of polymicrogyria: a consequence of myelination. AJNR Am J Neuroradiol. 2003 May;24(5):788-93.

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×