Inteligência artificial pode ajudar no tratamento de câncer

 Em Destaques na Saúde

A DeepMind, divisão conhecida como “machine learning” do Google, acredita que a inteligência artificial possa automatizar o processo de planejamento da radioterapia para pacientes com câncer na cabeça e pescoço.

Nos dias atuais, planejar e descobrir a melhor maneira de tratar um tumor com radiação pode ser uma tarefa árdua. Eles precisam determinar com cuidado quais partes do corpo devem ser expostas ao tratamento de radiação.

Esse processo é conhecido por segmentação e requer que o médico encarregado desenhe manualmente num scanner 3D as partes que podem ser tratadas no tumor do paciente, levando tempo.

Para otimizar esse mapeamento, a divisão do Google, em parceria com a University College Hospital de Londres, pretende criar um sistema capaz de tornar o processo de segmentação automático, garantindo segurança e poupando horas de planejamento e preparação.

Ler reportagem completa

Fonte: MIT Technology Review

Crédito de imagem: MIT Technology Review

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×