O que é o sistema PACS?

 Em Artigo, Radiologia, Telerradiologia

O sistema PACS promove modernização do departamento radiológico gerando ganhos nos processos

O sistema PACS ou Picture Archiving and Communication System, traduzido como Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens, consiste em uma ferramenta específica para o departamento radiológico.

A base tecnológica do PACS, o padrão DICOM, surgiu em 1993, mas apenas recentemente a solução chegou amplamente às clínicas, hospitais e centros diagnósticos brasileiros.

O que é e como funciona o sistema PACS?

O sistema PACS realiza o armazenamento de todas as imagens radiológicas obtidas nas clínicas e hospitais de forma integrada, centralizada e com funções automatizadas, simplificando a operação.

Por meio da tecnologia é possível modernizar os processos do setor radiológico, organizando a captura, geração e armazenamento de exames de imagem, emissão do laudo, inclusive por meio da telerradiologia, e também a visualização de exame e entrega dos resultados.

Com etapas monitoradas e parâmetros estabelecidos, a gestão radiológica é simplificada, gerando ganhos de produtividade, otimização de tempo e organização.

Uma das vantagens do sistema PACS é a usabilidade, de forma que não exige amplos conhecimentos em tecnologia para operacionalização. A solução funciona com base em cinco processos centrais:

  • captura da imagem radiológica obtida pelo equipamento de radiologia digital;
  • utilização de protocolos de transferência para que a imagem seja armazenada em um formato reconhecido pelo dispositivo;
  • transmissão dos dados a um servidor que pode estar alocado na própria clínica ou em uma infraestrutura externa de computação em nuvem;
  • manutenção dos dados disponíveis para visualização e edição em dispositivos locais, mesmo sem acesso à internet, ou infraestruturas digitais, como quando integrados a serviços de telerradiologia;
  • disponibilização dos laudos e exames online mediante uso de login ou senha, o que permite que pacientes e profissionais da saúde possam acessar os resultados sem precisar de um documento físico.

Dessa forma, o sistema PACS é responsável pela digitalização dos diferentes processos envolvendo desde a realização de exames radiológicos até a emissão e entrega do laudo.

O funcionamento simplificado da ferramenta é fundamental para que o sistema PACS seja rapidamente integrado à operação hospitalar enfrentando menos resistências das equipes e das infraestruturas pré-existentes.

5 benefícios do PACS para a telerradiologia, clínicas e hospitais

O funcionamento do sistema PACS resulta em uma série de benefícios às clínicas, hospitais e centros diagnósticos, o que tem justificado a maior adesão a essa solução e busca de informações adicionais por gestores. 

1. Redução da complexidade da infraestrutura

O sistema PACS contribui especialmente na redução da complexidade operacional e de infraestrutura. Uma vez que a tecnologia é conectada diretamente ao equipamento de radiologia digital evita, por exemplo, a necessidade de transferências de arquivos.

Além disso, os próprios processos são simplificados, com redução de etapas que tornam a operação mais lenta, mais suscetível a erros operacionais e humanos e comprometimento da experiência do paciente.

2. Menos perda de exames

Sistemas analógicos, apesar de terem sido amplamente usados por décadas, têm implicações diretas na operação de clínicas e hospitais, inclusive com problemas de perda de exames e necessidade de refação.

Ainda que protocolos transparentes e eficientes reduzam consideravelmente esse risco, ele é ainda menor com a utilização de sistemas digitais como o PACS, integrado nos equipamentos radiológicos digitais.

3. Maior segurança operacional

Sistema PACS oferece segurança operacional de exames

Com a inovação técnica chegando a diversos processos de saúde há um receio crescente dos gestores em relação à segurança das operações e sigilo dos dados dos pacientes.

Apesar de a preocupação com esses aspectos ser apropriada, é constatado que sistemas digitais são mais seguros que os analógicos, nos quais desvios da operação não podiam ser rastreados com tanta assertividade e rapidez.

4. Aumento da produtividade no setor radiológico

O sistema PACS automatiza uma série de processos e facilita a comunicação entre diferentes áreas do departamento de radiologia de forma que há ganhos de produtividade nas diferentes funções exercidas.

5. Responsabilidade ambiental

A modernização das operações e sistemas do setor de radiologia está diretamente relacionada à superação de técnicas e práticas que apresentam mais danos ao meio ambiente, como a revelação de exames radiológicos analógicos.

Dessa forma, a clínica ou hospital amplia suas práticas ambientalmente responsáveis ao mesmo tempo em que reduz custos devido à redução da compra de insumos e necessidade de descarte de resíduos tóxicos.

Qual a relação entre o sistema PACS e a telerradiologia?

O sistema PACS está diretamente relacionado à adoção de serviços de telerradiologia de maneira mais ágil e eficiente, pois pode ser integrado a sistemas de telemedicina para viabilizar essa prática.

A maior facilidade de transferência e armazenamento de exames radiológicos permite o acesso rápido do serviço de telerradiologia e entrega dos laudos pelos sistemas digitais, podendo ser acessados pelos pacientes sem sair de casa.

Dessa forma, ainda que o sistema PACS não seja uma exigência para adoção da telerradiologia em clínicas, hospitais e centros de diagnóstico, ele simplifica, agiliza e otimiza a operação.

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×