Para combater a malária, Angola investe em telemedicina

 Em Telemedicina

Angola vai ganhar 50 novos pontos de telemedicina, distribuídos por todo o país. As cidades mais afastadas das capitais serão priorizadas, já que registram doenças mais endêmicas, como a malária.

Há 10 anos, Angola implementou a telemedicina, que permitiu diagnósticos de cardiopatia congênita complexa em mais de 1.800 pacientes.

Leia o artigo completo

Fonte: SAPO Notícias
Fonte de imagem: Deposit Photos

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×