Por meio da Telemedicina, detentos podem contar com atendimento especializado

 Em Telemedicina

Presídios de Nova York, nos EUA, começaram a implementar serviços de telemedicina para homens e mulheres que necessitam de atendimento médico especializado.

Os médicos que trabalham nas prisões, prestam os cuidados básicos. A partir daí, quando é identificada a necessidade do diagnóstico de um especialista, o detento é encaminhado para uma consulta por meio da telemedicina.

Essa foi a solução encontrada para aumentar a velocidade dos diagnósticos e diminuir custos dos presídios, uma vez que, todo processo de deslocamento dos detentos aos hospitais é caro.

 

Leia o artigo completo

Fonte: Scientific American
Fonte de imagem: Deposit Photos

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×