As vantagens da radiografia digital

 Em Radiologia

Radiografia digital apresenta benefícios em comparação com modelo convencional, incluindo qualidade, segurança e custos

A radiografia digital para uso clínico teve início na década de 1980, sendo que, desde então, diversos avanços têm ocorrido para garantir cada vez mais qualidade e segurança nesse exame.

Mesmo que a modernização de processos médicos seja constante, ainda não ocorreu uma substituição completa dos equipamentos analógicos para os digitais. Entenda melhor a seguir.

Como funciona a radiografia digital?

A radiografia digital tem os mesmos princípios do que a radiografia convencional no que diz respeito à emissão de raios-x e interação deles com o organismo humano.

No entanto, na radiografia digital há diferenças em como os raios que atravessam os tecidos serão capturados para resultar na imagem radiográfica. No modelo tradicional, esse processo implica o uso de chapas de filme que são relevadas com substâncias químicas reagentes.

Já na radiologia digital, os raios-x que atravessam os tecidos em diferentes intensidades de acordo com a estrutura na qual incidem, são capturados por uma placa que contém circuitos sensíveis à radiação e gera uma imagem digital que é enviada ao computador conectado ao equipamento.

O exame gerado digitalmente é processado e armazenado por um sistema específico de radiologia e pode ser integrado com outras ferramentas, como uma plataforma de telerradiologia para emissão do laudo.

Quais as vantagens da radiografia digital?

A radiografia digital apresenta uma série de vantagens em relação ao modelo convencional do exame. Esses benefícios refletem-se tanto na gestão do setor radiológico, como também na satisfação do paciente. Veja a seguir.

Rapidez na aquisição da imagem

A radiografia digital reduz significativamente o tempo para obtenção da imagem radiológica, visto que não é preciso que haja a revelação do filme com uso de substâncias químicas.

Logo após o exame a imagem já fica disponível no computador e pode ser arquivada, anexada ao prontuário eletrônico do paciente, encaminhada ao médico responsável, entre outras ações.

Diminuição da exposição à radiação

Os equipamentos de radiografia digital emitem uma radiação menor se comparados com modelos tradicionais. Isso porque a placa usada contém circuitos extremamente sensíveis à radiação.

Dessa forma, caso o paciente não tenha que ser submetido várias vezes ao exame por erro de técnica, ele terá uma exposição à radiação menor. O mesmo é válido aos técnicos de radiologia.

Compromisso ambiental

Na radiografia tradicional são usadas substâncias químicas para processamento do filme radiográfico e também chapas nas quais a imagem é revelada que causam contaminação ambiental quando o descarte não é apropriado, visto que as chapas incluem substâncias como acetato, metanol e amônia.

A radiografia digital, por sua vez, não gera resíduos, sendo favorável ao compromisso de proteção ambiental.

Uma vantagem adicional é a redução dos custos operacionais, dado que a área de radiologia não precisará mais do fornecimento contínuo de chapas e substâncias reagentes.

Maior qualidade do exame

O exame digital é menos vulnerável a erros de processamento que comprometem a qualidade da imagem final, de forma que, em geral, a qualidade do exame é superior.

Essa vantagem contribui para laudos mais precisos e maior capacidade da equipe médica de identificar patologias.

A qualidade superior do exame radiológico também reduz a necessidade de que o paciente tenha que ser submetido novamente ao exame, o que é contra indicado devido à exposição radioativa.

Com mais qualidade, o laudo médico pode ser emitido em menos tempo, o que também é relevante para que o paciente seja encaminhado ao tratamento apropriado mais rapidamente.

Agilidade no compartilhamento do exame

É por meio da radiografia digital que se tornou possível serviços como a telerradiologia, na qual os exames radiológicos podem ser compartilhados com uma empresa parceira e laudados a distância.

Mas além desse serviço, a radiologia digital viabilizou outras práticas de compartilhamento de imagens médicas em favor do paciente, como quando especialistas localizados em diferentes regiões podem avaliar um exame para contribuir com o laudo.

Verifica-se assim que a radiografia digital apresenta uma série de benefícios às clínicas e hospitais, colaboradores e também pacientes.

VAMOS CONVERSAR?

×