Saúde digital: conheça as tendências para os próximos anos

 Em Artigo, Destaques na Saúde, Gestão

Crescimento das soluções em saúde digital impactam atendimento médico, áreas gerenciais e qualidade de vida dos pacientes. Entenda transformações e tendências.

A saúde digital consiste na oferta de serviços da área médica com intermédio de ferramentas e soluções tecnológicas que têm potencial de transformar os processos dessa área.

Dessa forma, não se trata, por exemplo, apenas da incorporação de computadores e internet em clínicas e hospitais, mas de um aparato de alta tecnologia, como sistemas de inteligência artificial, cirurgia robótica, sistemas integrados e outros.

As transformações na saúde digital alcançadas nas últimas duas décadas foram significativas em decorrência do rápido avanço tecnológico.

Quais os principais benefícios que as soluções digitais oferecem à Medicina?

As soluções digitais garantem uma série de benefícios ao exercício da Medicina e também à saúde preventiva afetando a rotina de pacientes, profissionais de saúde, gestores e até mesmo familiares. Entre eles incluem-se:

  • maior acesso aos serviços especializados de saúde devido à facilidade de comunicação entre profissionais e também serviços como a telerradiologia;
  • acompanhamento preventivo contínuo em decorrência do monitoramento possível com os aparelhos vestíveis;
  • maior precisão cirúrgica com a adoção de recursos robóticos;
  • ampliação das opções diagnósticas como exames de imagem e outros que aceleram a obtenção do resultado e confirmação das suspeitas médicas;
  • eficiência operacional e gerencial em decorrência de ferramentas e sistemas que garantem agilidade e padronização dos processos;
  • inteligência logística em decorrência da coleta e processamento de informações que torna a tomada de decisão mais precisa e consciente;
  • melhor aproveitamento de insumos e consequente redução de custos devido processos gerenciais mais eficientes;
  • transparência de processos, beneficiando colaboradores e pacientes. 

Trata-se, portanto, de benefícios que impactam desde a prestação de serviços médicos em si como também a gestão clínica e hospitalar.

Quais as principais tendências da tecnologia na saúde?

Conhecer como a tecnologia tem sido direcionada à saúde digital e quais as tendências é essencial para que gestores e profissionais da saúde atualizem-se e tomem decisões, nas clínicas e hospitais ou no âmbito profissional, com base nas expectativas para área.

Telemedicina

A telemedicina já era uma opção proeminente e essa tendência foi ampliada em decorrência da pandemia da Covid-19 que demandou o distanciamento social e uso maior da tecnologia.

Além disso, as teleconsultas, regulamentadas no Brasil em março de 2020, tendem a ter uma demanda crescente, consolidando processos e ferramentas nos próximos anos.

Inteligência artificial

A inteligência artificial tem sido usada na saúde para facilitar ou complementar processos humanos, agregando aos serviços em saúde.

Um exemplo é o uso da IA para análises iniciais em exames radiográficos estabelecendo uma lista de prioridade com base na urgência e gravidade dos casos.

Banco de dados

Os bancos de dados integrados estão sendo usados para centralizar as informações de pacientes ou mesmo demandas gerenciais facilitando as operações, seja no atendimento médico ou na organização de clínicas e hospitais.

Destaca-se que tais recursos demandam ainda que os investimentos em saúde digital considerem cada vez mais a segurança da informação, promovendo a proteção de dados pessoais, especialmente na saúde que consiste em uma área sensível.

Computação em nuvem

O armazenamento de documentos utilizando computação em nuvem, assim como ferramentas alocadas em infraestruturas internas tem como objetivo aumentar a segurança dos processos e garantir camadas extras de proteção.

Além disso, esses recursos minimizam os investimentos internos necessários à infraestrutura digital, o que é fundamental para que clínicas e hospitais de diferentes portes possam inserir-se digitalmente.

Sistemas de gestão

Os sistemas de gestão de clínicas e hospitais são ferramentas que centralizam toda a operação, de forma que os processos tornam-se mais fluídos, eficientes, rastreáveis e transparentes.

Com a solução, as instituições de saúde alcançam mais agilidade na operação, ao mesmo tempo em que tem subsídios para uma tomada de decisão mais estratégica.

Aparelhos vestíveis

Os aparelhos vestíveis, como os relógios inteligentes, permitem o monitoramento contínuo de sinais vitais dos pacientes, ampliando o acesso dos profissionais da saúde às informações dos pacientes, o que contribui na prevenção e diagnóstico precoce de patologias.

Esse recurso ainda proporciona mais autonomia aos pacientes, incentivando uma atuação mais ativa sobre a própria saúde e bem-estar.

Big Data

O uso de grandes quantidades de dados tem potencial para transformar diferentes áreas, incluindo a saúde. Por meio dessa solução torna-se possível, por exemplo, mapear sinais sutis no organismo que premeditam patologias graves, como o câncer.

Além disso, a ampliação do repositório de conhecimento sobre a saúde humana tem grande potencial de melhorar diagnósticos e tratamentos futuramente.

Telerradiologia

Uma tendência da saúde digital é o equilíbrio entre especialização e acessibilidade promovido pela telerradiologia.

Por meio desse serviço, clínicas e hospitais que têm dificuldade para contratar radiologistas especializados localmente podem contar com uma empresa para emissão dos laudos médicos.

Dessa forma, a telerradiologia contribui na disseminação de serviços médicos especializados e garante o acesso à saúde mesmo em locais nos quais tal possibilidade seria mais restrita localmente.

 

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×