Telemedicina reduz idas ao hospital e prolonga vida de pacientes com insuficiência cardíaca, aponta estudo

 Em Telemedicina

Pesquisadores do Hospital Universitário Charité, em Berlim, mostraram, em um estudo publicado na revista The Lancet, que a telemedicina reduz hospitalizações desnecessárias e prolonga a vida de pacientes com insuficiência cardíaca.

Como parte de um projeto de pesquisa e desenvolvimento, o estudo envolveu 1.538 pessoas com insuficiência cardíaca crônica – onde metade dos pacientes recebeu uma intervenção a distância.

Usando um tablet, os dados do paciente foram transferidos automaticamente para o Centro de Telemedicina Charité. O acompanhamento contínuo dos pacientes levou a medidas específicas em tempo real, como troca de medicação, recomendação de consulta ambulatorial ou internação.

O estudo foi realizado em toda a Alemanha, com a colaboração de 113 cardiologistas e 87 médicos generalistas.

 

Leia o artigo completo

Fonte: Infosalus
Fonte de imagem: Deposit Photos

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×