Entenda a importância da estrutura de tecnologia de informação (TI) em sua clínica

 Em Gestão

Inovação tecnológica na saúde afeta desde gestão hospitalar até qualidade do atendimento médico

A inovação tecnológica na saúde proporciona benefícios amplos à equipe médica, gestores e pacientes, melhorando todas as etapas do suporte em saúde desde a recepção até o prognóstico.

Para que os benefícios sejam possíveis na clínica ou hospital é necessário que haja um investimento acertado na estrutura de TI , valorizando a área e os profissionais.

A qualidade da estrutura de TI depende do investimento em equipamentos, sistemas e equipe especializada. Saiba mais a seguir.

Como a inovação tecnológica na saúde influencia a operação da clínica?

A inovação tecnológica na saúde é resultado de décadas de pesquisa para informatizar e digitalizar processos. Desde o início da medicina já se observava o uso de aparato tecnológico para viabilizar os grandes saltos na área.

Atualmente, o desenvolvimento da tecnologia na saúde segue um ritmo ágil, compatível com os avanços da tecnologia em outras aplicações.

São diversos os fatores operacionais e gerenciais influenciados pela inovação tecnológica na saúde.

Sistemas de gestão

Os sistemas de gestão integrados da área da saúde permitem unir as informações de diversos setores para facilitar a administração clínica e hospitalar, tornando-a mais acertada.

Por exemplo, é possível gerenciar de um único aplicativo toda a área financeira, controlando entradas e saídas, compras e gestão de estoques, pagamentos, custos fixos, investimentos, folha de pagamento e outros aspectos.

Apesar de a área financeira ser uma das mais relevantes para um bom funcionamento da clínica, a estrutura de TI também permite melhorar o banco de dados sobre pacientes, evitando inconsistências, agilizando a recepção e atendimento e facilitando o encaminhamento.

Automação de processos

Apenas com a inovação tecnológica na saúde tornou-se possível automatizar processos da área médica, o que garante eficiência sem perder o caráter humanizado do atendimento.

Um exemplo é o cadastramento dos pacientes. Todas as informações podem ser centralizadas no sistema, de forma que a atualização de um dado seja enxergada em todos os sistemas.

Além de garantir que a equipe médica lide com informações atualizadas dos pacientes, essa facilidade reduz a necessidade de solicitar novos dados a cada atendimento, o que prejudica a experiência do paciente.

Saúde e tecnologia

Radiologia digital

Uma das grandes inovações tecnológicas na saúde foram os exames de imagem. Além de procedimentos como a ressonância magnética e a tomografia, diversos exames radiológicos foram aprimorados com a tecnologia.

Atualmente existem equipamentos digitais de raios-X e mamografia que, por exemplo, reduzem a exposição do paciente à radiação, melhoram a captação de imagem, tornam o exame mais claro e, por consequência, melhoram o diagnóstico.

A radiologia digital viabilizou diagnósticos precoces e exatidão, o que garante a definição de um tratamento mais adequado que impacta o prognóstico do paciente.

Quais os benefícios de uma boa estrutura de TI?

Verifica-se, portanto, que a inovação tecnológica na saúde transformou diversas tarefas, desde o gerenciamento de clínicas até a execução de procedimentos médicos, como os exames radiológicos.

Mas, para que essas atividades possam ser atualizadas é fundamental contar com uma estrutura de TI adequada, que garante a compatibilidade dos sistemas, equipamentos modernos e infraestrutura operacional. Os principais benefícios incluem:

  • competitividade: com mais clínicas e hospitais tornando-se digitais, os negócios que não acompanharem esse nível de modernização e inovação tendem a perder pacientes;
  • atendimento do paciente: um dos objetivos da tecnologia na saúde é garantir um melhor atendimento ao paciente, com rapidez, qualidade e personalização das diferentes etapas do suporte médico;
  • eficiência: a tecnologia torna os processos mais eficientes, seja com decisões gerenciais mais acertadas, como também no atendimento médico em si, como obtendo resultados de exames em menos tempo e com mais qualidade diagnóstica;
  • segurança: o Brasil é um dos principais alvos de ataques digitais no mundo e a falta de uma estrutura de TI adequada em clínicas e hospitais tornam os dados sensíveis dos pacientes e também informações de colaboradores mais vulneráveis a roubos, expondo a empresa a diversos riscos operacionais e legais;
  • produtividade: com a automação dos processos, os colaboradores precisam direcionar menos tempo da rotina para atividades repetitivas e técnicas, podendo voltar a atuação para um melhor suporte ao paciente e atividades mais estratégias e centrais à operação;
  • parcerias: contar com parceiros depende de uma infraestrutura de TI adequada, como é o caso de terceirizar os laudos médicos para um serviço de telerradiologia, o que agiliza a área de radiologia.

Portanto, a inovação tecnológica na saúde proporciona benefícios diversos às clínicas e hospitais e o bom aproveitamento dessas oportunidades depende de a empresa ter uma estrutura de TI moderna, competitiva e atualizada.

Referências bibliográficas:

pixeon.com

mv.com.br

bugbusters.com.br

compartilhandoti.com.br

blog-br.softwareone.com

VAMOS CONVERSAR?

×