O que é o RIS?

 Em Artigo, Telerradiologia

A tecnologia RIS permite a integração e centralização de todas as operações da área de radiologia, incluindo da telerradiologia, gerando ganhos operacionais e gerenciais

O RIS – Radiology Information System – pode ser traduzido como Sistema de Informação em Radiologia. Trata-se de uma tecnologia para gerenciar e operacionalizar atividades do setor, inclusive otimizando serviços de telerradiologia.

As funcionalidades do RIS atendem atividades relacionadas à gestão, organização das atividades e fluxo dos processos em clínicas, hospitais e centros de diagnóstico.

A automação e simplificação operacional geram ganhos econômicos, gerenciais, de qualidade do atendimento e planejamento do crescimento do negócio. 

Quais as funcionalidades do RIS?

O RIS dá suporte às diversas atividades realizadas em departamentos de radiologia, de forma que centraliza a operação em uma única ferramenta, evitando a incompatibilidade de sistemas diferentes, o que pode prejudicar o fluxo de trabalho.

Além das funções do próprio sistema, ele também pode ser integrado com outras ferramentas, como com o PACS (Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens), com o ERP (Sistema integrado de gestão empresarial) e com sistemas de telerradiologia.

Em geral, o RIS funciona com módulos, o que permite a personalização da ferramenta às necessidades da instituição. Suas funcionalidades incluem:

Agendamento

Gerencia e organiza as atividades relacionadas ao agendamento de exames, inclusive com soluções automatizadas para que o paciente possa fazer o próprio agendamento e, se necessário, remarcar. Pode ser integrado com soluções de convênios médicos, evitando conflitos e falta de autorização.

Recepção

Disponibiliza funções para organização da recepção conforme ordem de chegada e também considerando os diferentes tipos de exames realizados no local, simplificando o processo de recepção dos pacientes, evitando filas e atrasos.

Rastreabilidade do atendimento

Permite que todas as informações relacionadas a um agendamento, como guias, documentos e exames prévios sejam encontradas pelos médicos no próprio sistema, facilitando o atendimento e aumentando a qualidade do suporte médico.

Emissão de laudos

RIS para emissão de laudos da telerradiologia

Devido à integração com o sistema de telerradiologia permite agilidade e organização nas solicitações ao serviço parceiro, o que influencia diretamente a eficiência operacional e satisfação dos pacientes.

Controle das finanças

Com módulo financeiro, o RIS permite o gerenciamento centralizado das demandas da clínica, incluindo os honorários médicos, monitoramento e atualizações de cobranças, convênios e glosas.

Entrega de exames online

A funcionalidade para entrega online de laudos permite que tanto pacientes quanto médicos solicitantes possam acessar os resultados do exame radiológico pela internet.

Essa prática reduz a necessidade de deslocamentos, diminui custos com impressão e logística de laudos e também aumenta a facilidade aos pacientes, que têm acesso às informações assim que são disponibilizadas com suporte 24 horas por dia.

Quais os benefícios do RIS para telerradiologia, clínicas e hospitais?

As diversas funcionalidades do sistema RIS influenciam diretamente a operação e organização de clínicas, hospitais e centros de diagnóstico. Entre os benefícios observados incluem-se:

  • fluidez da agenda: evita-se a ocorrência de “no-show” com tempo de inatividade dos equipamentos radiológicos devido à falta de eficiência da ferramenta de agendamento;
  • operação em tempo real: permite a mais fluidez da agenda, com o paciente podendo marcar em horários que acabaram de ser liberados, como também simplifica outras etapas da operação, como entrega e disponibilidade de laudos;
  • informações e processos rastreáveis: todas as atividades desenvolvidas no sistema são relacionadas a um usuário, de forma que as operações têm seus responsáveis conhecidos, reduzindo erros ou mau uso;
  • controle dos processos: os gestores têm acesso a toda operação por uma única ferramenta, o que é essencial para viabilizar a mensuração e acompanhamento das atividades;
  • aumento da produtividade: com processos automatizados, a equipe pode se voltar às atividades centrais com mais foco e melhor organização, o que influencia diretamente a produtividade dos times;
  • segurança da informação: o sistema RIS conta com uma infraestrutura tecnológica segura, como criptografia para informações sensíveis, firewall, camadas de antivírus, controle de acesso e outras que aumentam a proteção da clínica;
  • integração das operações: todas as funções relacionadas ao setor radiológico são centralizadas na mesma ferramenta, facilitando as atividades, otimizando as práticas e melhorando a comunicação entre diferentes soluções;
  • ganhos gerenciais: com dados relacionados a toda a operação, os gestores conseguem identificar e superar gargalos, identificar métricas de desempenho e investir em um planejamento de médio e longo prazo mais realista.

Verifica-se, assim, uma gama de oportunidades propiciadas às clínicas e hospitais em decorrência da adesão ao sistema RIS no setor radiológico.

Qual a relação entre RIS e telerradiologia?

O Radiology Information System não é uma exigência à implementação de serviços de telerradiologia em clínicas, hospitais e centros diagnósticos.

Apesar de ser uma escolha e opção da instituição, a tecnologia apresenta uma série de vantagens que podem, quando junto à telerradiologia, proporcionar uma modernização transformadora do setor de radiologia.

Dessa forma, a telerradiologia associada a ferramentas como o RIS pode ampliar os ganhos operacionais e financeiros da instituição.

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×