Como a telerradiologia pode auxiliar na gestão de clínicas e hospitais?

 Em Telerradiologia

Telerradiologia promove benefícios às funções gerenciais de clínicas e hospitais ao facilitar processos e a gestão de recursos humanos

Muitos gestores avaliam os benefícios de investir em serviços de telerradiologia para melhorar o fluxo operacional e administrativo de clínicas e hospitais.

Mapear quais são as vantagens da telerradiologia na gestão de clínicas e hospitais permite um alinhamento adequado entre as metas de longo prazo da instituição e os investimentos atuais.

Benefícios da telerradiologia na gestão de clínicas e hospitais

A telerradiologia consiste na emissão de laudos radiológicos a distância, onde o paciente realiza o exame localmente na clínica ou hospital e as imagens radiológicas, em conjunto com os dados de atendimento e histórico do paciente, são transmitidas para um serviço especializado em telerradiologia.

Assim, um radiologista do serviço parceiro é o responsável pela emissão do laudo.

A telerradiologia promove benefícios operacionais e gerenciais às clínicas.

Recursos humanos

Uma primeira vantagem do investimento na telerradiologia consiste na facilitação de tarefas relacionadas à gestão de recursos humanos.

Um dos desafios dos gestores na saúde é a gestão de escalas, de forma a garantir folgas, licenças e férias às equipes.

Com o serviço de telerradiologia, a equipe externa pode suprir essas demandas, garantindo que os colaboradores tenham acesso às folgas.

Outra questão na área de recursos humanos é a contratação de mão de obra qualificada, especialmente em locais mais isolados, nos quais a demanda é reduzida.

Com o serviço, especialidades nas quais há falta de profissionais localmente podem ser oferecidas aos pacientes contando com as equipes terceirizadas.

A área de recursos humanos é uma das que mais se beneficia com a implementação da telerradiologia nas clínicas e hospitais, favorecendo boas práticas sem comprometer a qualidade e eficiência dos serviços.

Transmissão e armazenamento de imagens

Telerradiologia ajuda no armazenamento de laudos

 

Para implementar a telerradiologia é recomendado investir no PACS (Picture Archiving and Communication System), que é o Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens.

O PACS pode ser local ou na nuvem, e permite a comunicação da equipe da clínica com os profissionais do serviço de telerradiologia.

Por meio desse sistema é realizada a transmissão das imagens radiológicas coletadas durante o exame, bem como as informações adicionais sobre o caso que são importantes à emissão do laudo.

O PACS segue padrões internacionais de privacidade e segurança, protegendo as informações médicas e pessoais dos pacientes.

Uma funcionalidade adicional do sistema inclui a disponibilização de laudos mediante login e senha que são informados ao paciente, permitindo que ele acesse os resultados online.

O sistema ainda permite o armazenamento das imagens, funcionando como um arquivo digital seguro, econômico e mais facilmente acessado.

Modernização da radiologia

Para a implementação da telerradiologia também é necessário investir na modernização do setor radiológico, tanto pelo PACS como pela radiologia digital.

Para emitir imagens digitais que podem ser transmitidas por meio do sistema online, é necessário contar com equipamentos digitais.

Como benefícios, esses modelos garantem mais qualidade da imagem radiológica, redução da exposição à radiação e mais facilidade na transmissão e armazenamento dos exames. 

Disponibilidade de serviços radiológicos

A telerradiologia influencia ainda a disponibilidade de serviços radiológicos, viabilizando o aumento dos atendimentos sem que sejam necessários investimentos expressivos.

A emissão de laudos é sob demanda, de forma que caso haja ampliação do atendimento, as equipes externas podem suprir essas solicitações para que não haja atrasos nos serviços prestados.

O período de disponibilidade dos exames radiológicos também pode ser aumentado, como aos finais de semana e períodos noturnos, sem a necessidade de radiologistas de plantão para atender a demanda reduzida desses momentos.

Estruturação de processos

Um dos desafios dos gestores do setor radiológico é a estruturação do fluxo de processos de forma que eles sejam ágeis, eficientes e consolidados.

A prestadora de serviço contribui nesse aspecto com processos sólidos de transmissão de dados e solicitações de laudos, pois já conta com um fluxo operacional testado e aprimorado em diferentes instituições de saúde. Com isso, há uma melhora na fluidez dos processos do setor de radiologia. 

Gestão de prestadores de serviço

Os radiologistas terceirizados respondem diretamente à parceira de telerradiologia, que é responsável por:

  • contratação, treinamento e aperfeiçoamento profissional;
  • supervisão das atividades;
  • gestão das escalas para garantir a disponibilidade dos serviços.

É fundamental que a clínica ou hospital verifique aspectos como a idoneidade da prestadora, a regulamentação dela e dos colaboradores que passam a ser prestadores na instituição de saúde.

Com tais cuidados, é possível ter uma série de benefícios gerenciais na implementação da telerradiologia, promovendo a consolidação e o crescimento da clínica ou hospital.

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×