Como a telerradiologia beneficia o trabalho dos radiologistas?

 Em Telerradiologia

A telerradiologia gera benefícios às práticas diárias dos radiologistas, contribuindo no desenvolvimento profissional, organização e qualidade de vida

A telerradiologia consiste no serviço de emissão de laudos radiológicos a distância, proporcionando benefícios diversos aos gestores de saúde, radiologistas e pacientes.

A prática é regulamentada no Brasil há mais de uma década, sendo consolidada e ganhando expressivo crescimento ao contribuir nos esforços de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

De fato, os benefícios da telerradiologia para o trabalho dos radiologistas é um dos motivos que explica a crescente adesão ao serviço.

7 benefícios da telerradiologia

Entender como a telerradiologia pode gerar ganhos e facilidades ao trabalho do radiologista é fundamental para que gestores compreendam como o serviço pode transformar as práticas cotidianas da clínica ou hospital.

Essa clareza deve embasar a decisão por investir na telerradiologia e promover uma conscientização interna pela sua adesão.

1. Home office

O primeiro e um dos mais significativos benefícios da telerradiologia para radiologistas é viabilizar as atividades em home office.

Na operacionalização do serviço, todas as comunicações e solicitações ocorrem no sistema de telerradiologia, o que significa que qualquer dispositivo autorizado e com conexão à internet pode ser usado na realização das tarefas.

Para o radiologista, isso significa poder trabalhar em home office e, em alguns casos,  em qualquer lugar usando seu computador pessoal.

Com a pandemia da Covid-19, a possibilidade do home office tornou-se um diferencial importante às profissões, tanto pela maior segurança ao profissional e sua família, como pela flexibilidade de horários.

O home office para radiologistas é uma tendência que vai continuar mesmo após a pandemia, pois resulta em benefícios como:

  • redução do tempo gasto em deslocamentos;
  • ambiente de trabalho personalizado;
  • flexibilidade de horários, podendo cobrir plantões, por exemplo.

Com todas as ferramentas necessárias à execução das funções mesmo trabalhando de casa, o radiologista alcança qualidade e eficiência nas atividades diárias.

2. Organização

O funcionamento da telerradiologia é operacionalizado dentro do sistema do serviço, recebendo as solicitações das clínicas e hospitais, distribuindo entre os radiologistas de acordo com a especialidade, disponibilidade e demanda.

Dessa forma, a atuação por meio da telerradiologia garante maior organização e previsibilidade à rotina de trabalho do profissional.

Ele tem uma fila de exames para laudar organizada pelo sistema que adiciona solicitações prioritárias no topo da lista, como exames de urgência.

A organização impede que o radiologista passe por dificuldades em sua rotina de trabalho, e tenha fácil comunicação com as equipes da instituição solicitante ou do serviço de telerradiologia por meio da plataforma usada.

3. Protocolos

Outro desafio nas atividades cotidianas de muitos profissionais da saúde é organizar-se em meio a protocolos por vezes confusos, opacos e desatualizados.

Na saúde, os protocolos de atendimento são indispensáveis para uma atuação ética, de qualidade e humanizada.

Na telerradiologia, esses princípios são respeitados, uma vez que todos os fluxos de trabalho e protocolos de atendimento são padronizados e otimizados, evitando falhas que coloquem o atendimento do paciente em risco.

4. Especialização na telerradiologia

Auxílio da telerradiologia para radiologistas

Muitos radiologistas continuam estudando mesmo após mais de 10 anos de formação, buscando especializações como em neurologia, cardiologia, gastrointestinal e outras.

Apesar desse desejo, as especialidades na radiologia têm como desafio a baixa demanda por exames especializados, quando vem de demandas isoladas, sendo que a telerradiologia supera esse problema ao centralizar as solicitações de muitos hospitais e clínicas.

A telerradiologia consiste em uma oportunidade profissional para radiologistas especializados que só conseguiam trabalho em grandes centros urbanos ou atendendo múltiplas instituições simultaneamente.

Trata-se assim de um incentivo à especialização, uma vez que essas demandas são centralizadas na telerradiologia e o profissional pode dedicar-se exclusivamente à área de atuação escolhida.

5. Aprimoramento profissional

Por meio da telerradiologia, os radiologistas também têm oportunidades para expandir sua rede e buscar aprimoramento profissional com a troca de informações e experiências entre colegas.

As atividades de capacitação podem ocorrer entre radiologistas do serviço de telerradiologia e também com participação das equipes internas de clínicas e hospitais.

6. Ampliação do atendimento

Um dos benefícios da telerradiologia é promover a ampliação do atendimento radiológico em locais nos quais não há infraestrutura regional para esses serviços.

Uma vez que basta um equipamento digital de radiologia, computador e acesso à internet, locais nos quais não há mão de obra suficiente de radiologistas localmente podem acessar o serviço a distância.

Esse benefício também se estende aos radiologistas que podem ampliar a região atendida e têm mais flexibilidade para escolher onde morar, dada a possibilidade do home office.

7. Telerradiologia e qualidade de vida

Os benefícios listados acima impactam diretamente na qualidade de vida do radiologista, que pode alinhar seus objetivos profissionais e pessoais como família, estudo, moradia, descanso e lazer.

Portanto, a telerradiologia promove diversos benefícios aos radiologistas que podem ser cultivados pelos gestores na consolidação desse serviço na clínica ou hospital.

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×