10 dicas para administrar uma clínica ou hospital

 Em Artigo, Telerradiologia

Telerradiologia, telemedicina, sistema de gestão: conheça essas e outras oportunidades para facilitar a administração de instituições de saúde

Para administrar uma clínica ou hospital os gestores devem ter um conhecimento global sobre as operações, o que inclui desde a adoção de sistemas de gerenciamento até mesmo o uso da telerradiologia e acompanhamento das tendências em saúde.

A visão holística permite que os gestores tenham mais clareza sobre os processos e também oportunidades de otimização. Dessa forma, amplos conhecimentos e habilidades são demandadas.

10 dicas para administrar uma clínica ou hospital

As dicas para administração da clínica ou hospital permitem que os gestores observem algumas oportunidades de melhoria nas operações que podem impactar os lucros, a produtividade e até mesmo a qualidade do atendimento.

1. Use um sistema de gestão

A primeira recomendação para a administração de clínicas e hospitais é adotar um sistema de gestão para facilitar e otimizar os processos administrativos, como solicitações de compra, emissão de nota fiscal, gestão dos documentos, pagamentos  e outros.

Os sistemas gerenciais atuais têm a vantagem de centralizar em uma única ferramenta todas as operações do negócio, evitando que o uso de sistemas diferentes em cada departamento gere incompatibilidade e lentidão.

2. Invista em automação dos processos

A automação de processos é uma tendência em diferentes segmentos e na saúde também gera oportunidades administrativas aos gestores.

Um exemplo de uso da automação em clínicas e hospitais são sistemas integrados pelos quais os pacientes podem agendar consultas e exames sem a necessidade de falar com um atendente humano.

Dessa forma, basta entrar na agenda disponível no site ou outros canais de atendimento da clínica e hospital e fazer o agendamento autonomamente, inclusive com preenchimento dos dados cadastrais básicos e confirmação do horário por SMS ou WhatsApp.

3. Faça processos seletivos criteriosos

Com foco no setor de recursos humanos, as clínicas e hospitais precisam valorizar processos seletivos para estruturação das equipes que sejam criteriosos e confiáveis.

O objetivo do processo seletivo é selecionar um candidato dotado das habilidades necessárias ao desenvolvimento da função, mas também que esteja alinhado aos valores e práticas do negócio.

Dessa forma, é importante que a clínica ou hospital tenha claro quais são seus valores, missão e visão, de forma que a seleção de novos colaboradores possa estar alinhada aos planos de médio e longo prazo.

4. Organize o financeiro

A organização do setor financeiro é determinante para administrar uma clínica ou hospital. Dessa forma, deve-se investir em soluções que permitam a automação desses processos e digitalização das atividades.

Mas, além da tecnologia, a operação financeira da clínica ou hospital deve ser baseada em um rígido controle das entradas e saídas para identificar ainda oportunidades de redução de custos, otimização e novos investimentos.

5. Treine sua equipe

Equipe de telerradiologia para clínicas e hospitais

Mesmo com um processo seletivo mais criterioso, é importante que haja um treinamento para novos colaboradores com foco nos processos de cada departamento, ferramentas usadas e políticas adotadas.

Além disso, os gestores devem incentivar e viabilizar o aprimoramento constante das habilidades da equipe por meio de cursos, treinamentos, workshops e palestras.

6. Selecione bons fornecedores

Em todos os segmentos, incluindo na área de saúde, a escolha de bons fornecedores é estratégica para evitar desabastecimento que comprometa a capacidade de atendimento.

7. Invista em relacionamento com o paciente

Atualmente, o paciente almeja uma experiência humanizada e empática no atendimento em qualquer área, mas especialmente na saúde.

Nesse sentido, é importante incorporar ferramentas que viabilizem a interação com os pacientes não apenas no momento da consulta, mas pensando também na experiência dele antes e depois.

Além disso, a qualificação dos profissionais para um atendimento mais humanizado é essencial para atender esse objetivo.

8. Adote estratégias de marketing

O marketing digital é uma realidade em todos os setores, incluindo para clínicas e hospitais. Canais digitais, como redes sociais, aplicativos de mensagem instantânea, e-mail e outros podem ser usados para atração, interação e relacionamento com os pacientes.

Tais canais também podem ser usados como meio para comunicação seja com informações relevantes na área da saúde, sobre a clínica e sua atuação, serviços fornecidos e outros.

9. Invista em telemedicina

Atualmente, por conta da pandemia, a telemedicina é uma necessidade para viabilizar o distanciamento social, aumentando a proteção dos colaboradores e pacientes, mas também uma demanda cada vez maior dos pacientes.

As facilidades da telemedicina, principalmente do teleatendimento, fazem com que muitos pacientes prefiram esse meio para atendimento médico. Dessa forma, fornecer serviços de telemedicina torna-se estratégico para atender às demandas dos pacientes.

Somado a esse aspecto, destaca-se ainda que a telemedicina viabiliza a ampliação dos atendimentos, redução dos custos operacionais da clínica e modernização das operações.

10. Adote a telerradiologia

A telerradiologia consiste na emissão de laudos de exames radiológicos a distância por um serviço especializado. Essa solução pode complementar o atendimento das equipes internas, ampliando a capacidade da clínica ou hospital.

Além disso, a telerradiologia é uma alternativa para diversas situações que podem se apresentar na administração de uma instituição de saúde, como:

  • facilitar o gerenciamento de escalas e plantões, reduzindo a necessidade das equipes internas cobrirem períodos como finais de semana, feriados e período noturno;
  • viabilizar a emissão de laudos por radiologistas especializados em caso de solicitações mais complexas, não abarcadas pela equipe local;
  • dar suporte à área radiológica quando gestores têm dificuldade de encontrar mão de obra especializada.

Considerando essas situações que podem ocorrer ao administrar uma clínica ou hospital, a telerradiologia apresenta-se como uma solução para contribuir nos processos da instituição.

VAMOS CONVERSAR?

[getparam utm_campaign]


×