Radiologista de férias? Continue com seus laudos em dia com os serviços de telerradiologia

 Em Gestão

Eficiência na gestão de pessoas garante atuação motivada e engajada da equipe de radiologia

A necessidade de plantões e dificuldade para substituições fez com que a qualidade de vida profissional na área médica fosse reduzida por muitos anos, mas atualmente, avanços tecnológicos têm sido direcionados para superar esses desafios gerenciais.

O desejo de continuar na profissão e aperfeiçoar-se está muito relacionado a possibilidade de garantir qualidade de vida somada a atuação profissional. Nesse sentido, a gestão de pessoas é muito importante.

Quais os desafios relacionados à gestão de pessoas nos serviços de radiologia?

A gestão de pessoas tem diversos desafios, pois deve somar segurança operacional com satisfação profissional e engajamento dos colaboradores aos valores corporativos.

Na área médica os desafios são aumentados, pois muitas vezes faltam profissionais qualificados no mercado de trabalho, os profissionais acumulam tarefas e tem descansos e férias prejudicados por essa operação complexa.

A falta de férias para membros da equipe de radiologia pode ser problemática em diversos aspectos. A seguir conheça desafios da gestão de pessoas que podem comprometer a qualidade de vida profissional dos radiologistas.

Motivação profissional

O primeiro elemento prejudicado quando os membros da equipe de radiologia não tem o tempo adequado de férias e descanso remunerado, é a falta de motivação profissional.

Como resultado, esse colaborador ficará menos disposto a se qualificar, como fazendo uma atualização dentro da sua especialidade médica, além de ser menos propenso a contribuir quando a clínica ou hospital mais precisar.

Outro reflexo é no ambiente de trabalho que se torna cada vez mais tóxico, com profissionais insatisfeitos que não ficarão empenhados em manter uma postura saudável e positiva.

Sobrecarga de trabalho

Outro problema relacionado à organização de férias e descansos para a equipe de radiologia é quando a ausência de um colega sobrecarrega todos os demais médicos.

Dessa forma, a qualidade de vida profissional fica comprometida e pode afetar a elaboração dos laudos e os  procedimentos de exames.

A sobrecarga de trabalho também afeta negativamente o ambiente, gerando insatisfação entre os demais membros da equipe.

Questões legais

Os fatores legais também devem ser considerados na organização das férias dos radiologias. Caso estejam exercendo a profissão dentro de um contrato CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), esses médicos têm direito a 30 dias de descanso remunerado a cada 12 meses de trabalho.

O hospital ou clínica pode definir a data do descanso, mas o radiologista tem autonomia para definir se quer vender uma parte das férias e se quer tirar os 30 dias consecutivos ou dividi-los em até 3 vezes.

Portanto, a organização das férias deve considerar esses aspectos para garantir um funcionamento legal da clínica ou hospital.

Como a telerradiologia pode contribuir na qualidade de vida profissional?

A telerradiologia é uma prática pela qual é possível laudar exames radiológicos a distância utilizando tecnologias da informação e comunicação (TICs).

Esse serviço tem relação direta com a manutenção da qualidade de vida profissional dos times de radiologia.

Com a telerradiologia, a gestão pode redirecionar o fluxo de laudos à parceira sem comprometer as férias dos radiologistas e também sem sobrecarregar os demais membros da equipe médica. Isso faz com que o tempo de entrega dos laudos seja encurtado.

A solução viabiliza, por exemplo, que dois ou mais membros da equipe tenham férias no mesmo período sem comprometer a execução pontual e de qualidade dos processos relacionados aos laudos radiológicos.

Esse benefício faz muita diferença, pois muitas pessoas desejam associar as férias do trabalho ao período de férias escolares para poder aproveitar esse momento com a família e viajar, por exemplo.

Essa flexibilidade é um dos aspectos positivos de incorporar uma solução de telerradiologia na clínica ou hospital, mas não a única. Entre as vantagens destacam-se:

  • Equipe de especialistas pela parceira de telerradiologia, viabilizando a substituição temporária mesmo de profissionais altamente qualificados;
  • Agilidade na entrega dos laudos de acordo com prazos estabelecidos em contrato, garantindo previsibilidade das entregas e cumprimento dos processos;
  • Cobrança por demanda, o que impede que o período de férias dos colaboradores comprometa a área financeira da clínica;
  • Alinhamento das demandas entre parceira de telerradiologia e equipe interna, permitindo organizar o fluxo e evitar a sobrecarga dos colaboradores.

O processo de telerradiologia também pode ser usado para complementar as tarefas dos serviços de radiologia durante todo o ano, como durante os plantões, feriados e finais de semana.

Com as práticas de telerradiologia, em média, os prazos para emissão de laudos de urgência são entregues em menos de 1 hora e de rotina em até 16 horas.

No entanto, contratualmente, o prazo para laudos de urgência é 2 horas e de rotina 24 horas. No caso dos exames de rotina, os finais de semana e feriados não são considerados na contagem para o prazo de entrega.

Dessa forma, a clínica ou hospital garante uma elevada qualidade de vida profissional dos radiologistas sem comprometer a operação, eficiência e qualidade da emissão de laudos.

VAMOS CONVERSAR?

×